6 de novembro de 2009

MEMORABILIA

Pensar a igualdade de direitos, todas as igualdades e todos os direitos; e mesmo que já esquecidas há muito, no percurso das conquistas da história, saber que elas (in)formam hoje o caminho da liberdade.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Sujeito a moderação de comentários.