31 de outubro de 2010

Receita

Leva-se o poema ao forno
à temperatura de vários sentimentos,
polvilhado de denodo e outros condimentos.

Secou demais? Que transtorno!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Sujeito a moderação de comentários.