21 de fevereiro de 2017

Bacalhau espiritual


Para o bacalhau
500 g de bacalhau bem demolhado
200 g de cenouras
200 g de cebolas
100 g de manteiga
50 g de miolo de pão
1 dl de leite
sal e pimenta
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado

Para o molho béchamel
2 colheres de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de farinha
5 dl de leite
sal, pimenta e noz-moscada e sumo de limão
2 gemas
1 dl de natas
1 clara em castelo

Tire a pele e as espinhas ao bacalhau. Rale as cenouras, descasque as cebolas e pique-as. Pique também o bacalhau. Leve as cenouras e as cebolas a lume brando com a manteiga e deixe cozer por aproximadamente 10 minutos. Junte o bacalhau e cozinhe um pouco mais até estar cozido. Junte o miolo de pão embebido no leite quente e espremido. Envolva tudo para obter um preparado leve. Tempere de sal e pimenta. Reserve.
Prepare o molho béchamel com a manteiga, a farinha e o leite e tempere-o com sal, pimenta, noz-moscada e sumo de limão. Junte um pouco mais de metade do béchamel ao preparado de bacalhau. Misture bem e deite num recipiente para ir ao forno e à mesa.  
Misture as gemas, as natas e a clara em castelo ao restante béchamel e deite sobre o bacalhau. Polvilhe com o queijo e leve ao forno até ficar louro.
Sirva imediatamente.


Nota: Pode picar separadamente o bacalhau, a cebola e a cenoura numa picadora ou na Bimby.


12 de fevereiro de 2017

Coxas de pato confit com couve, cogumelos e castanhas

Para 4 pessoas
Variações sobre uma receita de José Avillez

Uma excelente e original receita que me surpreendeu com a introdução das castanhas no estufado de acompanhamento. Um toque diferente muito bem conseguido.



4 coxas de pato
Azeite q.b. (ou 1 Kg de gordura de pato)
½ couve-lombarda em juliana
100g de toucinho fumado cortado em cubos
250g de cogumelos marrom laminados
200g de castanhas peladas e cozidas
6 dentes de alho descascados e esmagados
8 bagas de zimbro
8 grãos de pimenta preta
8 hastes de tomilho fresco
8 hastes de alecrim
Açúcar, sal, pimenta de moinho e azeite q.b.

De véspera, limpe as coxas de pato, mantendo a pele e retirando e reservando alguma gordura que esteja em excesso. Tempere com os grãos de pimenta preta, o alho, as bagas de zimbro, o tomilho e o alecrim, sal e açúcar.
Deixe a ganhar gosto de um dia para o outro no frigorífico. No dia, coloque as coxas num tabuleiro. Cubra com a gordura de pato. Eu não consegui encontrar gordura de pato e daí ter utilizado o azeite. Fica igualmente bom, pelo que não há nada a temer! Leve ao forno pré aquecido a 80 °C, até a carne começar a separar-se dos ossos (4 a 5 horas). Retire do forno e reserve as coxas de pato na gordura.


Num fio de azeite, salteie os cubos de toucinho fumado. Acrescente os cogumelos limpos e salteie para alourar. Junte a couve lombarda em juliana e um pouco de água se necessário. Tape e deixe estufar até a couve estar cozida. Junte as castanhas cozidas e deixe apurar, tapado e em lume brando, durante 5 minutos. Corrija os temperos com sal e pimenta moída.




Retire as coxas de pato da gordura e coloque-as com a pele virada para cima no forno, perto da resistência em lume forte. Deixe alourar até a pele ficar bem crocante. Sirva as coxas de pato com o guisado de couve, cogumelos e castanhas. É óptimo!

2 de fevereiro de 2017

Salada de espargos, mozzarella, presunto e morangos

Uma óptima conjugação de sabores para uma entrada diferente - os primeiros morangos. Simples, rápido e saboroso. Quantidades a gosto.


Limpe e coza os espargos com um pouco de sal, por três minutos. Após três minutos mergulhe-os em água gelada para parar a cozedura. Escorra, corte aos pedaços e reserve.

Lave os morangos e corte-os ao meio. Corte o presunto finamente. 

Com as mãos, parta o mozzarella em pedaços para um prato largo. Coloque por cima os espargos, o presunto e os morangos. Regue com azeite de coentros e tempere com flor de sal e pimenta. Delícia!