14 de Abril de 2014

Salmão fumado com requeijão de Seia

Ora aqui está um petisco simples e delicioso. É só juntar os componentes empratando a gosto, de forma mais ou menos sofisticada; mas o essencial é que o conjunto é mesmo muito saboroso.




Salmão fumado. Tempere com umas gotas de sumo de limão.
Requeijão de Seia. Tempere com um pouco de pimenta de moinho, flor de sal e aneto picado.

Coma simples ou com pão torrado e acompanhe com um bom vinho branco seco. Desfrute!

8 de Abril de 2014

Codornizes estufadas em Porto branco

As codornizes que se vendam nos nossos supermercados não são particularmente saborosas. São de criação e de preço acessível. Merecem, por isso, um tratamento apurado para que fiquem bem sápidas. Com esta receita as codornizes voam bem melhor, passando a ser uma boa opção gastronómica. Experimente!

Para 4 a 5 doses, 10 codornizes limpas

Marinada
3 dl de vinho do porto branco
1 colher de sopa cheia de alecrim seco
Pimenta preta de moinho
Sal

Estufado
2dl de azeite
2 cebolas grandes
3 cenouras
2 alhos franceses

Lave as codornizes e esfregue-as com o sal, a pimenta preta e o alecrim seco. Coloque-as numa taça e regue-as com o vinho do porto. Reserve durante oito horas ou de um dia para ao outro, assegurando que elas vão sendo mexidas para que sejam uniformemente envolvidas pela marinada.

Escorra as codornizes e reserve a marinada. Num tacho largo deite o azeite e aloure as codornizes em lume vivo, dos vários lados.
Retire as codornizes alouradas e junte, ao azeite que ficou, as cebolas laminadas finamente, as cenouras e o alho francês cortados em pedaços grandes. 
Envolva tudo e deixe ferver por cinco minutos findos os quais coloca por cima as codornizes  e rega com a marinada. Deixe fervilhar em lume brando com o tacho tapado. 


Corrija temperos e, se necessário, vire as codornizes mantendo o lume brando até as codornizes estarem tenras e os legumes cozidos.


Sirva com puré de batata acompanhado dos legumes estufados.

23 de Março de 2014

Cheesecake de Maracujá e Trufas de Chocolate Preto



Para a base
175 g de bolacha Maria
75 g de manteiga

Para o cheesecake
250 g de natas
250 g de açúcar
200 g de queijo creme Philadélphia
5 folhas de gelatina

Para a cobertura
4 maracujás
60g de açúcar
60g de água
meia colher de chá de maisena

Para as trufas de chocolate preto
100 g de chocolate preto
100 g de natas
20 g de manteiga  sem sal

Desfaça a bolacha numa picadora e misture com a manteiga derretida.
Disponha um aro sobre o prato em que vai servir o cheesecake e faça a base com a bolacha. Pode utilizar o aro de uma forma antiaderente de 24cm. Leve ao frigorífico.

Bata as natas com o açúcar até ficarem firmes e junte o queijo creme e a gelatina demolhada e derretida em 6 colheres de sopa de água quente. Envolva bem e deite este creme dentro do aro, por cima da base de bolacha. Reserve no frigorífico pelo menos 4 horas ou de um dia para o outro.

Abra os maracujás ao meio e com a ajuda de uma colher deite a polpa num tacho com o açúcar e a Maisena dissolvida na água. Leve o tacho ao lume e mexa até engrossar. Deixe arrefecer e assim que estiver frio deite por cima do Cheesecake.

Estando bem frio retire o aro com cuidado.

Trufas de chocolate preto
Derreta o chocolate com as natas e a manteiga, e deixe arrefecer muito bem. Leve ao frigorífico até o creme ficar duro.
Retire porções de chocolate frio com ajuda de uma colher, faça bolinhas e passe-as em açúcar pilé.  Esta operação deve ser bastante rápida para que o chocolate não aqueça e comece a derreter. Sirva o cheesecake com as trufas.


10 de Março de 2014

Tataki de Atum

Tinha um bom naco de lombo de atum no congelador e estes belos dias de sol recordaram-me a frescura saborosa do meu Tataki de Atum. Vamos a isso!...



Para 3-4 pessoas

600g de lombo de atum fresco
4 colheres de sopa de sementes de sésamo
1 colher de chá de orégãos secos
2 dentes de alho picado
35g de gengibre ralado
Sumo de 1 lima
2dl de molho de soja
0,5dl de azeite
Pimenta preta de moinho q.b.

Corte o atum por forma a obter dois nacos grossos a todo o comprimento da peça. Tempere as peças com a pimenta. Reserve.

Entretanto faça o molho. Junte o molho de soja, o azeite, o alho picado, o sumo de lima e o gengibre ralado. Misture bem e reserve.

Leve as sementes de sésamo a lume médio, num sauté, agitando um pouco para que alourem. Depois de ganharem um pouco de cor espalhe num prato largo juntamente com os orégãos. Reserve.

Volte ao atum. Num sauté largo ou numa chapa onde deitou previamente um fio de azeite, sele as peças de atum em lume forte, por, mais ou menos, 30 segundos de cada lado. Retire-as para o prato preparado com as sementes de sésamo e os orégãos e envolva-as completamente com essa mistura.  

Agora já pode cortar o atum em fatias de aproximadamente 1,5cm. O atum deve estar cru por dentro apresentando a sua bonita cor rosa.

Regue o atum com um pouco do molho que preparou e sirva com o molho que sobra e com uma salada variada. Eu acrescentei um pouco de couscous que liga muito bem. Para o couscous pode espreitar aqui.

Recomendação: o atum, ou qualquer outro peixe que vá ser servido cru (ou quase), deve ser mantido congelado a -20ºC pelo período de 7 dias, única forma de garantir que não ocorre nenhuma parasitose.

26 de Fevereiro de 2014

Sardinhas assadas no forno

Quando era altura dela, grande, gorda, saborosa, comprei algumas doses e congelei directamente a -20ºC. Agora é só descongelar as doses necessárias, amanhar muito bem e cozinhar a gosto. Para quem gosta de sardinha é um regalo ter boa sardinha nesta altura do ano...

A sardinha no forno é uma alternativa fácil  e rápida; um petisco!

Para 2 doses

8 sardinhas grandes
1 cebola média
2 dentes de alho
Broa de milho q.b. (3 fatias)
1dl de azeite
1 gole de vinagre

Preaqueça o forno a 200ºC


Corte um dente de alho e a cebola às rodelas finas e cubra o fundo de um tabuleiro. Sobreponha as sardinhas e tempere de sal. Regue com 2/3 do azeite.

Leve a broa à picadora juntamente com o outro dente de alho e pique tudo grosseiramente. Cubra as sardinhas com a broa picada aromatizada com alho e regue com o restante azeite. Batize com um gole de vinagre.


Introduza no forno preaquecido a 200ºC e baixe a temperatura para 180ºC. Está pronto ao fim de 15 minutos.

Acompanhe com bata a murro.


16 de Fevereiro de 2014

Bochechas de Porco Preto Confitadas

Desta vez resolvi confitar as bochechas de porco. O objectivo era experimentar fazê-las com o sabor alentejano do alho e do pimentão que utilizei na Perna de Porco Confitada.

Segui a receita da Perna de Porco Confitada para a mesma quantidade de bochechas de porco: 1,250kg. Não necessitam de estar tanto tempo ao lume como a perna de porco pois são mais tenras. Ficaram saborosíssimas


Para ampliar clique na imagem

Para o acompanhamento mantive a açorda com pão alentejano, mas servi os cogumelos de Paris salteados à parte. E para contrastar os sabores não dispensei um pouco de relish picante de cebola roxa.

É uma gulosa alternativa para fazer as bochechas de porco.

28 de Janeiro de 2014

A despedida de São Paulo está para breve e, por isso, queimam-se os últimos cartuchos. 
A oferta da cidade para o turista não é entusiasmante. Com alguma sorte nas datas apanha-se um ou outro evento que vale a pena, assim como algumas visitas que são obrigatórias. 
A revista Veja aconselha vários programas, mas, sejamos sinceros!, numa cidade onde as distâncias são enormes e as deslocações ficam caras, muitos deles não se justificam.

No sábado aproveitámos para ir beber um copo ao Tom Jazz, um clube de boa música onde fomos assistir à apresentação do novo CD de MPB "Estamos aí", do grupo "Os Cariocas". 



Foi um noite de romagem à MPB, com muito boa música, num ambiente caloroso onde também ouvimos boas histórias de saudade dos grandes intérpretes do início da MPB.   



Ontem foi a vez de irmos ver o pôr do sol do Terraço Itália, onde acabámos por passar a noite, motivados pela esmagadora vista da cidade e por um bom jazz tocado ao vivo. O Edifício Itália foi inaugurado em 1965, é o segundo mais alto de SP com 165 metros de altura, 46 andares e 19 elevadores.  




Fotos retiradas da Internet

São Paulo capricha na noite, e aí, de facto, parece nada faltar. Esta visita eu recomendo!

12 de Janeiro de 2014

Dorival Caymmi

Nota para o espectáculo de hoje, em São Paulo, no SESC de Pompeia às 19H00. Lá estarei.

Família Caymmi - 100 Anos de Dorival

" (...) Nana, Dori e Danilo, os filhos de Caymmi, reúnem-se para homenagear o pai, o grande cantor, compositor, escritor e músico Dorival Caymmi, que em 2014 faria 100 anos. Um novo olhar sobre canções menos conhecidas do artista, muitas da década de 1940. Clássicos da música brasileira de Dorival que não saem do imaginário popular, grandes sucessos da sua carreira. Composições geniais que marcaram a vida de Dorival Caymmi, que faleceu em 2008 (...)".


9 de Janeiro de 2014

Verão de São Paulo

São Paulo continua com máximas superiores a 30ºC e mínimas superiores a 20ºC.

Pausa no blogue e só com ajudas...


24 de Dezembro de 2013

Feliz Natal! - As cores do Brasil

Neste Natal "Teoria da Cor" oferece as cores do Brasil numa foto tirada no Mercadão de São Paulo. Natal nos trópicos vai dar uma transpirada.  Feliz Natal !!!